REVISTA

De ideal à perfeito

Quando se conquista o apartamento ideal, apenas alguns ajustes são suficientes para deixá-lo com aquela sensação de poder dizer: Lar, doce lar! Poifoi pensando exatamente assim, que o casal de advogados e sem filhos,  convidou a arquiteta Gabrielle Vieira para tornar o espaço perfeito, em apartamento dos sonhos. “O layout do Sonata já atendia todas as expectativa deles então foram poucos ajustes na planta. Entrei mesmo com ideias de revestimentos, mobiliários e decoração,” conta Gabrielle.

 

 

A prioridade era trazer um clima moderno e ao mesmo tempo aconchegante ao duplex e, para isso, a arquiteta deixou a imaginação fluir, abusou dos contrastes, brincou com texturas. Utilizando pedras, tijolo inglês, peças em ferro com acabamento ferrugem para dar um ar rústico, mas também trazendo espelhos e revestimentos delicados garantindo assim a sofisticação necessária para o ambiente. O ferro também foi o coringa. Como o mezanino foi fechado para ampliar o living, era necessário projetar uma viga de sustentação e queficaria aparente. Ao invés de disfarçar, a opção foi valorizá-la, revestindo com chapas de ferro de aparência enferrujada. Esse mesmo material também pode ser aproveitado na porta de entrada do apartamento, tornando o hall ousado, incomum.

No piso inferior há living, bar, cozinha americana e sala de jantar, todos os ambientes conversam entre si. Era preciso um espaço despojado, onde os moradores recebam, façam refeições, namorem, aproveitem! “Como sempre apresento meus projetos em maquete, ficou fácil convencê-los das minhas ideias”, comemora a arquiteta. No jantar, por exemplo, a imensa parede espelhada garante amplitude ao espaço.

 

 

 

A cozinha complementa o conceito de ambiente informal, agregador. E não por acaso é considerado o mais charmoso do andar de baixo, justamente por ter sido um desafio: mesmo sendo compacta, ela tem a praticidade necessária para colocar todos os eletrodomésticos do casal. Neste espaço também foi colocado um tampo de madeira de demolição formando uma ilha. Outro detalhe, é que mesmo utilizando o preto como base para os móveis, o ambiente não ficou escuro, pois o amarelo traz o contraste necessário, assim como a iluminação indireta, tornando o ambiente mais aconchegante e especial.

 

 

Falando em cores, todas as nuances do cinza foram bem-vindas ao projeto. Para equilibrar, o uso de móveis pontuais como o rack da sala e os móveis da cozinha. No living, há ainda alguns objetos em tons de laranja, gerando perfeita harmonia como resto do ambiente.

Nemtodas as soluções foram simples. A escada rendeu horas a mais de dedicação no projeto. Foi necessário ajustar o tamanho original tornando-a mais larga, mas ao mesmo tempo era primordial que não ocupasse mais espaço. A criação de degraus de larguras diferentes, se encaixando no mobiliário projetado ao lado, foi a forma encontrada para equacionar a situação. “Não foi fácil achar uma solução, mas acabou ficando bem bacana,” Revela Gabrielle.

No andar superior, o quarto do casal merece destaque, recebeu um closet amplo e integrado ao banheiro, e como todo o projeto, traz praticidade aos moradores.

A área reservada ao quarto, atendendo a um pedido do casal, tem um cantinho para estudo e leitura. O tijolo inglês, grande aposta deste ambiente  revestindo a cabeceira da cama, proporciona um efeito retrô. Os móveis em marcenaria com tons amadeirados e toques em laranja tornam o espaço especial, do jeito que os proprietários sonharam.

 

https://ssl.gstatic.com/ui/v1/icons/mail/images/cleardot.gif


Comentário